Miss Sophies

Praga

Praga é conhecida pelos seus vários nomes – em Latin é mater urbium, a mãe das cidades, e em Checo é carinhosamente chamada de matička, a pequena mãe. A antiguidade e beleza arquitectónica da cidade é também mencionada em nomes tal como “a cidade de mil flechas” ou “Praga Dourada”. No entanto, qualquer que seja o nome desta antiga cidade, há um aspecto que tem sido difícil de resumir numa alcunha engraçada. Palpitando algures debaixo das calçadas medievais ou acima das torres góticas é um sentimento especial que nunca deixa de tocar os visitantes destes cruzamentos antigos. Do folclore Judeu de Praga à literatura de Kafka, este sentimento mágico e por vezes sombrio difunde-se amplamente da história desta cidade.

E é uma longa história de facto, com raízes estendendo-se para além do alcançe do tempo passado. Praga esteve no centro da alquimia, da astronomia e da arquitectura. Contudo, hoje é ainda uma cidade vibrante. Com transportes públicos eficazes e bares joviais ou restaurantes calorosos a cada esquina. Praga é acima de tudo um centro de qualidade de vida. A cidade ganha vida com musica, arte, teatro e outras mais formas de cultura, tanto a nível nacional quanto importado por aqueles que sentiram um chamamento em fazer deste país a sua casa.

No entanto, para além deste abalo de abundante história e atarefado presente, Praga raramente sufoca. Para uma cidade com 1,2 milhões de habitantes, surpreendentemente assemelha-se a uma aldeia. Assim sendo, Praga é realmente como uma boa mãe, protectora mas também deixa-nos descobrir segredos que guardaremos para o resto das nossas vidas. E, é certo que existem vários segredos escondidos nesta cidade, no centro da Europa. Os dirigentes e visitantes, ambos têm vindo a tentar descobri-los por séculos, mas como é óbvio nenhum segredo pode ser resumido num só nome.

A Ver imperativamente:

Castelo de Praga -

  O que seria de uma cidade antiga sem um castelo? O castelo de Praga é na realidade um conjunto de paredes de igrejas, palácios e outros edifícios, dando vida a um dos maiores castelos do mundo. A sua característica dominante é a impressionante Catedral Gótica Santo Vitus, com aproximadamente 600 anos na criação.

Ponte Carlos -

esta ponte passando por cima do rio Vltava em Praga foi, durante muito tempo, a única forma de atravessar a água, contribuindo na importância da cidade na rota do comércio Este-oeste. Foi comissionada pelo seu homónimo, o Rei Carlos IV, quem alegadamente usou a astrologia afim de determinar vários aspectos da sua elaboração. Com uma ponte em três torres, está alinhada em ambos os lados por estátuas, assim como vários vendores da rua.

Praça da Cidade Antiga -

O centro natural da Cidade Antiga, ruas ligeiramente torcidas desaguam numa imensa praça, a qual esta alinhada com alguns locais dos mais impressionantes de Praga, inclusive a majestosa catedral Týn e a Igreja São Nicolau. Contudo a peça central da praça é a Antiga Câmara Municipal, adornada pelo relógio atómico da Praga. Esta peça fascinante de maquinaria medieval dá a hora segundo um conjunto de varias medições e cada hora apresenta um teatrinho altamente admirado, de pequenas estátuas a deambular. Esta praça é também a cidade dos mercados sazonais, de concertos e outro eventos.

Bairro Judeu-

Praga teve durante um longo período uma comunidade Judia e Josefov era o bairro Judeu da cidade. Ao virar do século XX, o bairro tinha sido quase todo reconstruído modificando antigas ruas tortuosas em passagens cujo modelo foi tirado das outras grandes cidades Europeias. Os nazis removeram a maioria da população Judia que ainda subsistia e todo o que perdura hoje do bairro judeu são seis sinagogas, a antiga Câmara Municipal Judia, e os túmulos dispostos em camadas do antigo Cemitério Judeu.

Vyšehrad -

O “outro” castelo mais antigo de Praga é Vyšehrad, alegadamente o local que a figura mítica Libuše escolheu para fundir Praga. Localizado num rochedo dominando o rio Vltava, contem um número de edifícios históricos e um grande cemitério com algumas figuras históricas Checas.

Praça Wenceslas -

É de muitas formas o centro comercial da cidade, esta vasta praça é mais uma avenida larguíssima, alinhada por luzes vivas e lojas. Era um dos principais locais de manifestação durante a Revolução de Veludo. Ao cimo da praça encontra-se o imponente Museu Nacional e a estátua do Patrono Checo, Wenceslas. No fundo, existe uma área para peões a qual é frequentemente usada aquando eventos e mercados sazonais.

Map Inlay Download PDF Go to Google Maps